Checklist de manutenção preventiva para caminhões!

Diferente do que se pode acreditar, a manutenção preventiva não precisa ser realizada toda de uma única vez em todo o caminhão. Planeje e agende com antecedência o itinerário de revisão de seu veículo de trabalho!

Antes de tudo, é preciso ter a ciência de que um caminhão é completamente diferente de um veículo de passeio, tendo uma engenharia muito mais complexa, ele precisa estar com “tudo no lugar” para pegar a estrada. Quer saber porque isso é tão importante? Acompanhe a leitura!

Manutenção x segurança

Na maioria esmagadora dos casos, os caminhões são utilizados como ferramentas de trabalho, sendo com fretes espaçados ou com uma rotina diária, semanal e até mensal de viagens. Por isso, não vale arriscar sua vida, a vida do próximo e sua carga por puro descuido e falta de atenção.

Uma falha mecânica inesperada de um veículo tão grande, pesado e complexo como o caminhão, pode causar um problema muito custoso para sua segurança na estrada: você pode estar no meio do nada, sem sinal, em uma serra, e o caminhão simplesmente pifar. Você não previu porque não revisou o veículo.

Desde de um roubo de seus pertences pessoais ou de carga até um acidente desastroso, o perigo é iminente, e ainda poderá ser fatal.

É claro que situações assim podem acontecer mesmo quando você estabelece seu checklist, mas são bem menos prováveis de advirem de falhas por ausência de checagem, e seu bolso também agradece.

Manutenção x planejamento financeiro

Uma das grandes vantagens de se organizar preventivamente e agendar manutenções em ritmo compassado é que, além de evitar os imprevistos do tópico anterior, você ainda consegue ter mais controle de suas finanças sem gastos não previstos no orçamento.

Sem contar que ao estabelecer mets de revisão nos períodos sem fretes te poupa dinheiro, já que os custos serão parcelados da mesma forma que a revisão picada, e ainda, é melhor parar dois dias para certificar-se que o veículo está ok do que perder uma semana com o caminhão em uma mecânica de beira de estrada não tão confiável em uma parada não calculada.

Para te ajudar nessa missão de organizar-se com a manutenção do seu caminhão e de seu dinheiro, nós optamos por montar um checklist com as principais revisões a serem realizadas antes de pegar a estrada. Confira!

Checklist de manutenção preventiva de caminhões

Já deu um up óleo do motor?

Se o transporte rodoviário sustenta o Brasil, o óleo do motor mantém os caminhões rodando!

A lubrificação do motor é a principal função do óleo já que evita o atrito contínuo entre as peças ali presentes, e consequentemente, o desgaste exacerbado delas , além de manter a temperatura do motor impedindo que ele “esquente” e falhe.

Na hora da escolha, junto ao seu mecânico de confiança, indague sobre a viscosidade, classificação e desempenho do óleo do que será utilizado. Normalmente essas informações são fornecidas pelo fabricante.

Por ser um tópico tão importante, fizemos uma publicação estendida acerca da regulagem das válvulas do motor. Dê uma checada só para certificar, afinal, cuidado com seu caminhão nunca é um exagero.

Revisar o sistema de freio é essencial para pegar a estrada

Situação perigosíssima para o caminhoneiro é rodar por aí sem revisar o sistema de freio. Ele é o sistema dedicado inteiramente a retardar ou parar o caminhão (e qualquer outro veículo), e influencia diretamente na durabilidade do veículo e na preservação de molas e fluídos.

As pinças e pastilhas de freio acabam sendo preservadas também nesse ato de revisão, tendendo a demorar mais para a troca.

Ademais, não fazer uma manutenção preventiva do sistema de freios pode ser muito lesivo: você vai tentar frear na estrada e não conseguirá. Com as cargas pesadas que normalmente são carregadas o freio tem que estar acionado quase que o tempo todo para diminuir a velocidade do caminhão e não gerar multas ou acidentes. Atenção!

Já fez a manutenção de seus pneus?

E para o funcionamento efetivo dos freios – revisados, não é mesmo? –, os pneus precisam estar em dia. Pneus desgastados, “carecas” e velhos deslizam na estrada e não permitem que você tenha o total controle do seu caminhão pelo volante.

Se seus pneus estiverem ruins, seu caminhão é mais seguro parado, mas isso não é bom para o seu trabalho, principalmente se for um autônomo! Observe seus pneus todos os dias e troque sempre que necessário.

A quinta roda não é um pneu!

Fique atento, a quinta roda é um equipamento que liga o “cavalo” mecânico do caminhão e carreta/baú e tem o fim específico de precaução de acidentes nesses setores.

Ou seja, para a revisão preventiva observar o semirreboque, como é mais conhecido, é super necessário quando se trata de caminhões com carga que precisa ser acoplada e desacoplada, ok?

Limpe os filtros do seu caminhão com frequência

Não só um, nem dois, mas no mínimo três filtros seu caminhão possui (como todos os veículos automobilísticos: o de ar, de combustível e de óleo) e eles tem sua finalidade definida no nome – evitam a entrada de pequenas impurezas, tanto do ambiente externo como do próprio motor do veículo.

Os substitua com frequência!

O limpador de para-brisa também importa!

Sinceramente, pode parecer bobo e sem importância, mas além de ser muito irritante estar com uma palheta de para-brisas velha, essa situação ainda pode e irá atrapalhar sua visibilidade na estrada em dias de chuva ou de muita poeira.

Tem casos que uma simples limpeza funciona, mas em outros é necessária a substituição, e ambas são super rápidas.

O sistema de absorção de impactos está em dia?

É a suspensão quem faz essa absorção de impactos, ela trabalha para garantir o contato do pneu com o solo de maneira constante e estável, facilitando o rodar principalmente nas estradas do Brasil que por vezes são bem irregulares.

A suspensão é formada por lâminas/molas semi elípticas que são muito resistentes a cargas pesadas e garantem o movimento do caminhão carregado na estrada.

Tem sistema de refrigeração no seu baú? Revise!

Se você trabalha com frete de cargas que necessitam de refrigeração constante e quer ser considerado um bom profissional, receber pelo trabalho e não perder carregamentos é necessário que o sistema de refrigeração do seu baú seja constantemente checado.

Em uma longa viagem, graus podem fazer a diferença. Veja, por exemplo, os carregamentos de vacinas de Covid19 por vias rodoviárias!

Cheque o software do módulo de controle do motor – injeção eletrônica!

Por fim, mas não menos importante, vamos falar sobre a importância da revisão do Engine Control Module – ECM –, ou em português, módulo de controle de motor.

Basicamente – mas não tão básico assim –, ele tem inúmeras funções no que diz respeito ao funcionamento Onboard (à bordo) do caminhão, desde o controle e monitoramento da bomba de gasolina até o ABS dos freios (controle de estabilidade), controle de temperatura e ventilação do motor, ponto de ignição, etc.

É essencial para um bom e seguro rodar!

Já deu para entender a importância da manutenção preventiva, né? Se organize e agende as diversas manutenções com seu mecânico de confiança. Para o seu bem e do próximo.

Quer saber mais sobre os desafios da profissão de caminhoneiro? Conheça o Guia Completo da Trucão sobre transporte rodoviário, e se já roda a muito tempo ou se vai começar agora, nos deixe um comentário! E fique sempre na escuta, caminhoneiro, temos posts novos prontos para sair da garagem!

Até a próxima viagem!

Deixe um comentário

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Siga nossas redes sociais.