Transporte rodoviário: conheça o guia completo da Trucão!

Transporte rodoviário: o guia do caminhoneiro!

Não precisa de muito para saber que o transporte rodoviário sustenta o Brasil!

Para a entendermos a dimensão dessa informação basta fazermos uma comparação biológica. O Brasil funciona como um grande organismo vivo, onde as rodovias são as veias. Elas transportam energia, sustentação e vida para todas partes do corpo e o que acontece quando uma delas para de entregar nutrientes? Exatamente, para de funcionar! A título de curiosidade, nós somos as células do sangue, levamos nutrientes de ponta a ponta, ou seja, somos responsáveis por fazer esse Brasil funcionar.

Sabendo dessa importância nós criamos um guia completo sobre o transporte rodoviário com os principais pontos que um caminhoneiro precisa saber. Quer embarcar nesse frete com a gente?

Transporte rodoviário: o que é?

O transporte rodoviário é o trânsito de pessoas e mercadorias de forma terrestre por meio de estradas, rodovias, ruas e trilhas. O objetivo é permitir o deslocamento das cargas de um local a outro de forma segura.

Elas começaram a receber investimento ainda no século XIX devido o lançamento do icônico modelo da Ford, afinal todos precisavam andar por vias decentes. Inclusive ganharam um massivo investimento durante o governo de Washington Luís e Getúlio Vargas.

Mesmo com os dois governos anteriores desenvolvendo essas áreas, foi apenas com os “cinquenta anos em cinco” de JK que as estradas se consolidaram como a maior forma de trânsito. Afinal, logo que inaugurou seu governo ele já consolidou o “Fundo Especial para Construção e Conservação de Estradas de Rodagens Federais” bem como a criação da Polícia Rodoviária Federal.

Uma curiosidade: foi nessa época que a ligação entre Rio de Janeiro e São Paulo foi feita através da Dutra.

6 dificuldades ao trabalhar nas rodovias

Bom, nem tudo são flores, não é mesmo? Nós temos os nossos ossos do ofício e não podemos deixá-lo sem saber o que te espera nas rodovias. Confira abaixo as dificuldades de trabalhar com transporte rodoviário.

1. Alto custo de manutenção

Já reparou no custo das peças de um caminhão? A cada ano que passa os reajustes são maiores e o custo para manter um caminhão está alto. E não tem como rodar com um caminhão que não esteja seguro, isso acarreta em acidentes e não é esse o nosso intuito.

Então, se você quer ser um caminhoneiro, já se prepare para se tornar um combo de mecânico, borracheiro e funileiro, pois o que conseguimos consertar por conta própria fazemos, principalmente, quando acontece algum problema no meio da estrada.

Para aumentar o seu conhecimento, já leia o conteúdo que preparamos sobre válvulas, ou melhor, aprenda a fazer a regulagem de válvulas com a gente.

2. Estradas em péssimas condições

Com certeza você já assistiu vídeos na internet daquelas estradas com buracos imensos e desníveis absurdos, estradas em péssimas condições são intransitáveis para caminhões.

Afinal, um desnível íngreme pode tombar a carroceria, um buraco grande pode atolar os eixos, sem falar que exige um esforço estrondoso da mecânica para conseguir ultrapassar os obstáculos.

Estradas em péssimas condições também atrasam as entregas e tornam a viagem muito cansativa. Isso cria inúmeros “gargalos” ao longo das estradas e sem falar que desgastam os pneus.

Essa dificuldade não tem como evitar, mas pode aumentar o tempo de vida dos eixos fazendo o rodízio entre os pneus. Não sabe como fazer? Não se preocupe! Leia o conteúdo completo onde ensinamos tudo o que você precisa saber sobre rodízio de pneus. Confira depois!

3. Comparações e manias de grandeza

“Uma vez fiz do Paraná ao norte de Minas em 16h”. Esta é uma outra dificuldade, a comparação acompanhada da mania de grandeza. Essas comparações de quem chega primeiro em tal lugar.

O exemplo que colocamos é baseado numa experiência de nossos companheiros, uma viagem que duraria 18h, ele fez em 16h. Mas nesse meio tempo ele pouco parou para ir ao banheiro e nem dormiu a noite. Isso só instiga outros caminhoneiros a fazer loucuras.

É fato, sempre queremos chegar ao destino o mais rápido possível, mas para isso ou dirigimos mais rápido ou negligenciamos as horas de descanso. Na verdade, nenhum dos dois podem ser feitos.

Quando somos mais novos na estrada queremos fazer entregas velozes e já pegar uma nova carga, mas ao longo dos inúmeros anos de estrada aprendemos que isso apenas coloca em risco a nossa vida e de todos do trânsito.

Então, de caminhoneiros experientes para iniciantes, planejem as horas de descanso e, o mais importante, descansem! Alguns quilômetros a mais podem custar muito caro, então não se compare.

4. Fretes injustos

Isso não devia ser uma dificuldade, pois todos já entendem a importância da nossa profissão. Porém, ainda insistem em nos pagar menos do que merecemos.

Bom , nós já nos organizamos e não queremos que você se sujeite a receber menos do que vale seu trabalho, quer ganhar dinheiro como um caminhoneiro? Confira o manual para calcular frete que desenvolvemos para você. Leia e veja como existem muitos custos invisíveis! – pare de pagar para trabalhar.

5. Roubo de carga

Ah, essa dificuldade é uma das mais revoltantes, pois nunca sabemos quando podem acontecer. No entanto, conhecemos caminhoneiros que transitam por todas as rodovias perigosas e nunca foram pegos, enquanto outros reclamam que já foram assaltados.

Geralmente, os ladrões nunca querem a gente, nem os nossos pertences, eles buscam as cargas. Por isso, é fundamental sempre rodar com seguro em dia e evitar passar em rodovias com histórico de assalto a noite. Se você já passou por alguma experiência com isso, conte para a gente!

6. Influência política nas obras

Como já é de conhecimento de todos, a política é um pouco engessada, consequentemente, as obras demoram para começar, depois que iniciam são feitas em marcha lenta e quando terminam demoram para receber manutenção. Isso é reflexo de uma política que não dá a devida atenção para o setor.

Aproveitando que estamos falando sobre política. Um ponto muito importante para todo caminhoneiro é ser conhecedor das leis. Portanto, te convido a ler e entender o que é a lei da balança. Com a gente você aprende a não levar multa, leia depois!

4 vantagens de trabalhar com transporte rodoviário

Achou que íamos falas apenas das dificuldades, claro que não! Também vamos destacar os motivos que, mesmo com todos os obstáculos, nos impulsiona a sair de casa para pegar a estrada. Confira:

1. É um mercado em expansão

Não é a toa que as transportadoras estão no auge, não é mesmo? Afinal, o comércio eletrônico cresce a cada dia, e não tem como um usuário comprar pela internet um produto e chegar na casa dele num passe de mágica. Por isso, as transportadoras e os caminhoneiros autônomos são essenciais. É graças a esses profissionais que o serviço de entrega funciona.

Na verdade, estamos em direção ao auge, pois não há nenhuma pesquisa falando que a internet vai retroceder ou que os mercados eletrônicos deixarão de existir, por isso só tende a melhorar!

Agora, abordando os carreteiros. Meus amigos, o Brasil é um país de commodities, ou seja, exporta produtos in natura como soja, trigo, café e outros. Sempre temos serviço pelo país inteiro, já que a maior forma de escoar essa produção do interior até os portos é por caminhões. Então, não tenha medo! Nós sempre temos carga para levar por todo o país.

2. As empresas gastam menos com embalagens

Essa vantagem é para os empresários e é um complemento ao anterior. Nenhuma outra forma de transporte permite as empresas economizarem tanto com embalagens como o transporte rodoviário. Afinal, para despachar por trens, aviões ou barcos existe alguns pré-requisitos diferentes e podem elevar até o custo do frete, por isso o transporte rodoviário é um dos preferidos das marcas.

Sem dúvidas, é um forma prática de economizar e girar a economia, já que os custos da produção reduzem o preço do frete, consequentemente mais pessoas compram. É um ciclo!

3. Ganha dinheiro sim!

“Ah, caminhoneiro ganha pouco”. Bom, sempre ouvimos isso de muitos, mas pergunte se eles querem largar a profissão. A resposta sempre é não, verdade?! Foi exatamente isso que pensamos!

Caminhoneiro ganha dinheiro sim. No começo, trabalhamos para transportadoras onde o salário pode chegar a três mil reais mensais, é um começo modesto para manter uma família e pagar as contas de casa, sem falar que existem outros inúmeros benefícios como seguro de vida, de saúde, vale alimentação e até cestas básicas no final do ano.

Agora, se você prefere trabalhar por conta própria e seguir como profissional autônomo, então o valor no final do mês é você quem decide. Você tem uma base do quanto a gente pode ganhar? Ficou curioso, não é mesmo? Então, leia o nosso conteúdo com informações valiosas sobre o tema. Veja: quanto ganha um caminhoneiro?

4. Viajar, e viajar muito!

Que outra profissão viaja tanto como um caminhoneiro, meu amigo? Fala para gente, que outra profissão te permite conhecer tantos lugares diferentes durante a vida? É realmente um privilégio nosso. Pelas rodovias desse Brasil conhecemos tantas maravilhas, os morros mineiros, os pampas gaúchos, as serras catarinenses, os cerrados nordestinos e nem precisamos falar dos litorais incríveis.

Para trabalhar melhor, escolha o modelo de caminhão ideal para seu estilo de serviço. Não sabe qual é? Fique tranquilo! Nós já adiantamos e fizemos um conteúdo explicativo bem completo com 6 opções. Então, leia o post onde explicamos as diferenças entre os tipos de caminhão e veja qual a melhor opção para você!

10 itens essenciais para uma boa viagem

E como todo bom guia, nós não podemos deixar você sair pela estrada sem ter os acessórios essenciais para uma boa viagem, concorda? Então, veja a lista abaixo dos itens fundamentais para um bom trabalho.

1. Cortinas ou Tapa-Sol e óculos de Sol;

2. Eletrodomésticos portáteis: minigeladeira, aquecedor, ventilador, cozinha portátil;

3. Utensílios de cozinha: prato, garfo, panelas;

4. Mantimentos (compre na estrada conforme for acabando);

5. Colchão ou monte uma cabine-cama;

6. Carregador solar;

7. Câmeras de segurança e rádios comunicadores;

8. Kit primeiros socorros e higiene;

9. Kit de ferramentas para reparos: macaco hidráulico, chaves de fenda e chaves de roda, lanternas, cabos de energia, remendos;

10. Água, muita água! Use para hidratação, cocção dos alimentos e emergências.

E aí, vai encarar o desafio da profissão? Garanto que depois que começar é difícil parar de rodar!

Aproveite para conferir o conteúdo super interessante sobre caminhão arqueado. Acesse e descubra as vantagens e desvantagens dessa prática.

Até o próximo post!

Deixe um comentário

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Siga nossas redes sociais.