Tipos de Pneus de Caminhão: 5 Opções com a Trucão

O pneu do caminhão é uma parte essencial desse veículo tão necessário no transporte de cargas. Além de sustentar o peso total do veículo os pneus ainda tem a função de passar o torque do motor para o chão, gerando movimento.

Eles ainda precisam diminuir esse movimento quando necessário, através do sistema de freios. Tudo isso faz com que a escolha do pneu correto faça toda a diferença na viagem.

Pensando em agilizar sua escolha a QAP preparou um conteúdo completo com os principais tipos de pneus e como escolher o modelo correto. Continue a leitura e confira!

Como escolher o pneu correto?

Antes de apresentar os tipos de pneus para caminhão precisamos entender alguns pontos importantes que já vão te ajudar a compreender melhor cada modelo.

Na hora da escolha é preciso saber qual será o trajeto feito com o pneu. Existem modelos específicos para diferentes tipos de terrenos, cada um com qualidades que melhoram a performance do caminhão e garantem mais segurança.

Outro fator que deve ser considerado é a carga transportada. Alguns materiais são mais densos que outros, isso faz com que uma mesma quantidade deixe o veículo muito mais pesado.

Existem também as cargas indivisíveis, que necessitam de atenção especial. Confira nosso post completo sobre o assunto.

1- Para os trajetos urbanos: Baixa severidade

Os pneus com baixa severidade são indicados para trajetos em pistas bem asfaltadas, principalmente em percursos com longas retas. Eles são projetados para oferecer grande aderência nesse tipo de estrada.

Isso melhora seu desempenho e diminui o gasto com combustível. A estrutura desse pneu é leve e seus sulcos são projetados para garantir facilidade nas manobras e velocidades mais altas.

Mas como a estrutura do pneu com baixa severidade não é tão forte quanto os outros modelos, ele não oferece tanta resistência a calor ou grandes níveis de peso. Por isso não é recomendado usar esse tipo de pneu em percursos não asfaltados ou com cargas muito pesadas.

2- Para quem busca um meio termo: Média severidade

Os pneus com média severidade são ideais para quem precisa tanto de força e resistência quanto velocidade e economia. Esse modelo de pneu é bem famoso no Brasil, um país com terrenos muito diferentes em todas as regiões.

Mas não basta apenas comprar um pneu com média severidade e já sair rodando. Por estar no meio termo ele não oferece o máximo de performance em diferentes terrenos. Por isso deve-se considerar o trajeto que será realizado para não usar esse pneu somente em um tipo de estrada.

3- Força e performance: Alta severidade

Essas duas palavras definem muito bem os pneus com alta severidade, projetados para suportar grandes quantidade de peso sem perder a performance em paradas e curvas constantes.

O pneu com alta severidade é indicado principalmente para quem vai trafegar em trechos urbanos, em que é preciso ficar constantemente parando e acelerando. Tudo isso levando grandes quantidades de peso. Um ponto negativo é que essa estrutura robusta não ajuda muito na economia de combustível.

4- Pneus Off-road

Esse pneu oferece qualidades parecidas com os da categoria de alta severidade. Mas sua estrutura é especialmente construída para terrenos difíceis, sem pavimento. Seu nome pode ser traduzido literalmente como “fora da estrada”.

Terrenos com pedras, barro e condições rurais podem ser um pesadelo para caminhoneiros com pneus comuns em seus veículos. Mas com um pneu Off-road você fica muito mais seguro nesses terrenos não muito amigáveis.

5- Pneus mistos

Os pneus mistos seguem a mesma ideia de um pneu com média severidade. Eles são recomendados para trajetos bem divididos entre terrenos asfaltados, em que a aderência contribui com a velocidade e o desgaste, e terrenos mais complicados, que necessitam de uma estrutura forte.

Assim o pneu misto é recomendado para quem sabe que vai passar pelos dois tipos de terreno. No mercado de pneus você encontra opções com porcentagens diferentes, como 70% terra e 30% asfalto, entre outras opções.

O cuidado com os pneus é essencial

Já deu para perceber que existe uma variedade enorme de pneus disponíveis para os caminhoneiros, não? Todas essas opções vem para facilitar a vida do profissional e garantir sua segurança nas pistas, além do cuidado com a carga e é claro, a economia.

A compra de um novo pneu exige pesquisa e atenção, para fazer a melhor escolha. Verifique sempre o gasto da banda de rodagem para fazer a compra na hora certa.

Lembre-se que o Contran (Conselho Nacional de Trânsito) estabelece o mínimo de 1,6 milímetros para a profundidade do sulco da banda de rodagem. Se o desgaste passar disso você pode ser multado e ter seu veículo apreendido.

Por isso quando for realizar a troca do seu kit de pneus fique atento a todos esses detalhes. A QAP quer que você tenha o melhor desempenho, seja na cidade ou em longos trajetos.

Estamos sempre trazendo conteúdos de qualidade para agregar ainda mais ao seu trajeto. Continue nos acompanhando e até o próximo post!

Deixe um comentário

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Siga nossas redes sociais.